Quinta, 13 de Maio de 2021 13:55
86 9 99928820
Cidades Falta D'água

“Uma crise hídrica no inverno; Não existe isso!”, reclama Vereador Maylson Santos

"O prefeito João Luiz ao andar na campanha prometeu às famílias do Sítio que ia perfurar esse poço”, ressaltou o vereador Luís Boró.

09/04/2021 11h14 Atualizada há 1 mês
Por: Redação

Durante pronunciamento na Sessão Legislativa realizada na última quinta-feira (09), o vereador Maylson Santos (PTB), reclamou da irregularidade e falta de manutenção nos sistemas de abastecimento de água em várias comunidades da zona rural de Monsenhor Gil.

Em sua fala o vereador afirmou que só na comunidade Baixa Grande, em alguns pontos, a população sofre com falta d’água há mais de 40 dias. Ainda de acordo com Santos, a situação já é de conhecimento do chefe do executivo, prefeito João Luiz, contudo, nenhuma providência foi tomada até agora.

“O prefeito tem conhecimento, já solicitei informalmente a ele, mas precisaremos dessa casa aqui porque já ficou insustentável. Então foi proposto a ele a escavação de um poço tubular ali na Vila Betel, onde funcionou a antiga Associação de moradores”, disse.

Em aparte, o vereador Éder Carvalho (PSD) concordou com o pleito do vereador Maylson Santos (PTB), acrescentando ainda situações semelhantes na comunidade Varjota e no assentamento Casulo que há mais de 03 meses sofre com a irregularidade na distribuição de água depois que a caixa d’água estourou em razão do tempo de uso.

Em outro aparte, o vereador Luís Boró (PSD), endossou o pleito do vereador Maylson, ressaltando que a resolução do problema da água foi uma promessa de campanha do prefeito João Luiz.

“Eu concordo plenamente com o seu requerimento, vereador Maylson, e nós que representamos a zona sul sabemos desse grande problema da falta de água lá na comunidade Sítio do Cocal. Inclusive, o nosso prefeito João Luiz ao andar na campanha prometeu às famílias do Sítio que ia perfurar esse poço”, lembrou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.