Quinta, 15 de Abril de 2021 07:16
86 9 99928820
Geral Prioridades

Wellington Dias pede prioridade para imunizar profissionais da Educação e Segurança

Presidente do Consórcio Nordeste, o governador Wellington Dias encaminhou ofício ao presidente Jair Bolsonaro e ministros da Saúde e Educação

30/03/2021 21h18 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Secom Piauí
Wellington Dias pede prioridade para imunizar profissionais da Educação e Segurança

Nesta terça-feira (30), o governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, pediu a inclusão dos profissionais de Educação e Segurança como prioridade no Plano Nacional de Imunização (PNI). A solicitação foi feita em ofício envi;ado ao presidente da República, Jair Bolsonaro ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao secretário de Vigilância Sanitária em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Madeiras, ao ministro da Educação, Milton Ribeiro.

Segundo Wellington Dias, os profissionais do Sistema de Segurança Pública atuam diuturnamente na linha de frente do combate à Covid-19 para garantir a segurança da população. O governador também solicita a inclusão dos professores das redes pública e privada entre as prioridades do PNI, já que garantir a saúde dos profissionais da Educação é fundamental para superar o longo período de aulas não-presenciais.

Em nome dos nove governadores da região, Wellington Dias, solicita aos gestores que seja apreciada na Comissão Intergestores Tripartite a adoção de regramento nacional excepcional para que os profissionais da ativa da Segurança e Educação sejam incluídos na prioridade das prioridades, com base em critérios de acordo com a disponibilidade de vacinas e regras do PNI.

Os governadores que fazem parte do Consórcio pedem análise imediata da proposta para que os profissionais da ativa das áreas de Educação e Saúde sejam protegidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.