Terça, 29 de Setembro de 2020 07:04
86 9 99928820
Educação Pré-Enem

Pré-Enem Live comemora 5 meses e alcança 82 mil visualizações

Aulas destinadas a quem vai fazer o Enem são transmitidas pela TV Antares, pela plataforma do Canal Educação no YouTube e pelas redes sociais da Secretaria de Educação do Piauí.

07/09/2020 11h56 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: CCom-PI

O Pré-Enem Live, programa da Secretaria de Estado da Educação que tem o objetivo de promover alternativas, além do Ensino Médio Regular, para reforçar o conteúdo educacional aos alunos das escolas públicas estaduais do Piauí que prestam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), completou neste domingo (06) 20 edições com muito a comemorar. Desde abril de 2020, foram cerca de 82 mil visualizações nas 19 edições transmitidas pela Internet.

O estudante pode acompanhar as aulas pela TV Antares, pela plataforma do Canal Educação, no YouTube e pelas redes sociais da Seduc Piauí. A 20ª revisão contemplou as disciplinas de Filosofia/Sociologia, com o professor Thiago Ramos, Linguagens, com a professora Marília Ferreira, Matemática, com o professor Alexsandro Kesller, e Redação, com o professor Erick Soares.

O jovem Sávio Wallace, da Unidade Escolar Mariano da Silva Neto, de Francisco Santos-PI, afirma que o Pré-Enem Seduc está sendo fundamental na vida do estudante.

“É um projeto importantíssimo que nesse cenário atual se torna ainda mais vital, além de contarmos com uma equipe de professores muito preparada. Obrigado à Seduc por esse programa”, disse o aluno.

Em 2020, as aulas com conteúdos preparatórios para o ENEM acontecem exclusivamente on-line, obedecendo às recomendações de isolamento social devido à pandemia da Covid-19. Para acompanhar as aulas, a equipe do Pré-Enem Seduc disponibiliza todo o conteúdo de forma digitalizada no site da Seduc, hotsite do Pré-Enem e pelo WhatsApp.

No quadro Fala Galera, o estudante Bernardes Jorge Soares, do 3º ano do Ensino Médio da Unidade Escolar São Sebastião, da 8ª GRE de Oeiras, falou do sonho de ser dentista e estudar na Universidade Federal do Piauí.

“Mesmo prejudicados pela pandemia, o Pré-Enem veio para dar a força necessária para a aprovação em um curso superior. Também utilizamos o material do cursinho e fazemos grupos de estudos. A família também nos apoia muito com incentivo necessário nesse objetivo”,

O coordenador estadual do preparatório, professor Wellington Soares, revela que 34 professores do Pré-Enem Seduc  / Canal Educação e voluntários convidados compuseram a equipe que ministrou aulas durante esses cinco meses.

 “Apresentamos a cada domingo um programa bem diversificado, com quadros que traduzem a linguagem e o perfil do público que vai fazer o Enem e que entende quem precisa estudar. Disponibilizamos durante todo o programa momentos de interação em que os estudantes têm condições de dialogar com a equipe do estúdio e a coordenação, conversar com os professores colocando suas mensagens e tirar suas dúvidas”, observa o coordenador.

Viviane Carvalhedo, diretora de Mediação Tecnológica da Seduc, enfatiza que o cenário de pandemia trouxe inúmeros desafios, tirou o “chão da escola” de professores e estudantes, mas trouxe também oportunidades para realizar adaptações no programa. Uma coisa a pandemia não conseguiu fazer: tirar do estudante piauiense e de todos os que fazem a Seduc e as escolas a vontade de vencer.

“Estamos trabalhando firme mesmo em tempos de pandemia para continuar apoiando nossos estudantes e alcançar as marcas de estado com a maior taxa de presença na realização do Enem, aumento das aprovações dos nossos estudantes nas  instituições públicas e privadas de ensino superior, ampliação no número de estudantes com notas acima de 900 pontos na redação. Isso torna a frente de inclusão universitária do estado do Piauí cada vez mais forte, contribui para o aumento na taxa de escolarização e consequentemente no desenvolvimento do estado”, observa a diretora.

 Para se ter um comparativo do sucesso de audiência do novo formato, de 2015 a 2019 cerca de 151 mil estudantes participaram das revisões presenciais do Pré-Enem Seduc. Só nas 19 edições on-line de 2020 foi ultrapassada 50% dessa marca.

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, ressalta a importância de manter uma rotina de estudos mesmo em casa, pois o estudante já venceu mais da metade da caminhada na busca por uma vaga no ensino superior.

“É importante manter uma rotina de estudos e a Seduc continua acompanhando os alunos e dando condições para que eles permaneçam estudando. Colocamos na ativa esse novo formato de revisões e assim seguiremos todos os domingos até a prova, que acontecerá em 2021. Em casa sim, sem aula não, pois a educação não pode parar”, enfatiza o secretário.

São ofertadas quatro disciplinas por revisão, com abordagem de conteúdo e resolução de questões. Durante o programa acontecem também os quadros Bora Papear?, momento de interação como os alunos, onde o professor responde perguntas e dá muitas dicas; Bora ver filme?, na ocasião o professor Wellington Soares dá dicas de filmes para que o aluno assista no decorrer da semana; Projeto “Ler para escrever melhor”: nesse espaço há o sorteio de livros de autores piauienses entre aqueles alunos que interagem no intervalo de uma aula e outra respondendo perguntas. Lançado no dia 7 de junho de 2020 durante a 7ª edição do Pré-Enem Live, já foram sorteados 140 livros; Bora Louvar? Nesse quadro são exaltados o trabalho de artistas, escritores, atores, figuras públicas que fazem a diferença, tanto em âmbito global como regional. Houve a estreia do quadro Guia de Profissões, trazendo o depoimento de um profissional de uma área estratégica para que os estudantes possam conhecer a área e se sentirem estimulados.

 “No Pré-Enem Live introduzimos também um quadro com a sugestão de um livro por mês, entre abril e outubro, dos autores brasileiros, e assim nosso alunado conseguirá ler sete livros, superando a media nacional. Com esse projeto incentivamos a leitura de grandes obras e eles passam a ter a melhor compreensão em outras disciplinas ampliando a capacidade de interpretação”, pontua ainda o professor Wellington Soares.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.