Quarta, 30 de Setembro de 2020 16:54
86 9 99928820
Educação Incentivo

Escola da EJA incentiva alunos a redescobrirem seus bairros na pandemia

O projeto interdisciplinar “Conhecendo o seu bairro em tempos de pandemia” busca incentivar o protagonismo dos estudantes.

05/09/2020 11h48 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: CCom-PI

Em razão da mudança na vida das pessoas e impacto na rotina escolar provocada pelo novo coronavírus, a equipe pedagógica da Unidade Escolar Petrônio Portella, localizada no município de Campo Maior-PI, idealizou um projeto interdisciplinar “Conhecendo o seu bairro em tempos de pandemia”, para engajar a participação e protagonismo dos alunos.

No projeto, os alunos da quinta à sétima etapa da Educação de Jovens e Adultos buscaram informações para entender como se comportavam os frequentadores dos diversos locais mais frequentados pela comunidade, antes e durante a pandemia, como disse o professor Gilberto Chaves.

“O projeto fornece aos alunos da modalidade EJA um olhar para o seu bairro, a visualizar a importância de um lugar pela comunidade e a partir dai o aluno passa a conhecer a realidade do seu próprio local. Eles realizaram questionários junto aos frequentadores de lugares como a igreja, o mercado do produtor rural, a Praça da Bandeira e o campo de futebol, e nestes lugares perceberam quais os cuidados adotados em relação à prevenção da Covid-19 para depois produzirem o texto do vídeo”, detalhou.

Depois dos questionários, a fase seguinte foi a captura de imagens e inserção dos áudios narrados pelos alunos.

“Ao final da atividade percebemos os alunos mais motivados e engajados a conhecer a comunidade e criou-se um sentimento de pertencimento. Eles ficaram maravilhados com o resultado do trabalho e tivemos ainda como saldo positivo o maior interesse no grupo das turmas e o retorno das atividades”, ressaltou Gilberto.

As gravações com as imagens aconteceram nos bairros Matadouro e Cariri, onde a maioria dos estudantes residem.

O resultado pode ser conferido abaixo neste vídeo AQUI.

Segundo a coordenadora pedagógica Rosiana Ibiapina, a escola tem intensificado a formação continuada na própria sede via meios digitais, com auxílio da formação Chão da Escola, oferecido pela Seduc, e incentivando os professores a trabalharem as temáticas das realidades locais com o apoio da Gerência Regional de Educação.

Ela explica que o projeto faz parte do plano pedagógico que busca combater a evasão escolar.

“Este é o resultado do trabalho da coordenação pedagógica junto com os professores, na tentativa de resgatar o aluno, fazer esta virada metodológica, trabalhar com metodologia ativa, pedagogia de projeto, colocar o aluno como protagonista do desenvolvimento da vida dele. Temos conseguido resgatar o pertencimento dos nossos alunos junto à comunidade escolar e despertar que ele seja a diferença naquele espaço”, afirmou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.