Terça, 29 de Setembro de 2020 08:42
86 9 99928820
Geral Covid-19

Pai de Flávio Dino morre aos 88 anos por complicações da covid-19

A informação foi confirmada pelo governador, que publicou uma mensagem de despedida em suas redes sociais.

24/08/2020 08h16
Por: Redação Fonte: UOL

Morreu na manhã de hoje o ex-deputado estadual maranhense Sálvio Dino, 88, pai do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), por complicações causadas pelo coronavírus.

A informação foi confirmada pelo governador, que publicou uma mensagem de despedida em suas redes sociais.

"Na quinta-feira, eu e meu pai recitamos juntos Gonçalves Dias. Hoje, ele morreu, aos 88 anos, vítima de coronavírus", escreveu Dino.

"Não chores, meu filho;

Não chores, que a vida

É luta renhida:

Viver é lutar.

A vida é combate,

Que os fracos abate,

Que os fortes, os bravos

Só pode exaltar."

Na quinta-feira, eu e meu pai recitamos juntos Gonçalves Dias. Hoje ele morreu, aos 88 anos, vítima de coronavírus.

-- Flávio Dino (@FlavioDino) August 24, 2020

Sálvio Dino teve seu mandato de deputado estadual cassado pela ditadura militar quando foi preso sob acusação de ser comunista. "Meu pai teve uma longa vida, com muitas lutas. Nos últimos dias deu a derradeira lição: profundo amor pela vida. Lutou com humildade e coragem", disse o governador.

Meu pai teve uma longa vida, com muitas lutas. Seu mandato de deputado estadual foi cassado e ele foi preso arbitrariamente pela ditadura militar em 1964, "acusado" de ser comunista. Nos últimos dias deu a derradeira lição: profundo amor pela vida. Lutou com humildade e coragem

— Flávio Dino ???????? (@FlavioDino) August 24, 2020

Flávio Dino concluiu a homenagem relembrando o lado religioso do pai ao dizer que o viu discursar pela primeira vez no Seminário Santo Antônio, no Centro de São Luís. "Meu pai tinha muita fé em Deus. Ele agora está no Reino."

Meu pai tinha muita fé em Deus . A primeira vez que o vi discursar foi em uma reunião no Seminário Santo Antônio, nos anos 70. Eu era bem criança. No nosso último encontro, falamos sobre política, futebol e poesia. Ele agora está no Reino.

— Flávio Dino ???????? (@FlavioDino) August 24, 2020

Vida e obra

Nascido na cidade de Grajaú (MA), em 1932, Sálvio Dino era advogado formado pela Faculdade de Direito de São Luís. Em 1954, deu início à carreira na política e foi eleito vereador pela capital maranhense.

Em 1962, venceu as eleições para deputado estadual do Maranhão, mas teve seu mandato cassado pela Ditadura Militar em 1964 por atividades subversivas. De volta à vida política, em 1974, Dino foi reeleito à Assembleia Legislativa de seu estado pela Arena.

Chegou ao cargo de prefeito da cidade de João Lisboa (MA) em 1988, cargo que ocuparia novamente em 1996.

Como escritor, Dino dedicou sua vida a escrever sobre as particularidades do seu estado, como o Rio Tocantins e a cidade de Grajaú, onde nasceu. Em 1999, tornou-se membro da Academia Maranhense de Letras, onde ficou até falecer.

Seu último livro foi "A Coluna Prestes e Exilar-se - passagem pelo sul-maranhense", em que ele escreve sobre a passagem de Luis Carlos Prestes pelo estado do Maranhão, em 1925, num movimento de insatisfação frente ao governo oligárquico chefiado pelo então presidente Artur Bernardes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.