Terça, 11 de Agosto de 2020 15:45
86 9 99928820
Cidades Pro Piauí

Primeiro comitê regional do Pro Piauí será instalado em Picos

O Pro Piauí Regional é responsável pelo monitoramento local do programa Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas.

28/07/2020 09h55
Por: Redação Fonte: CCom-PI

O secretário de Estado do Planejamento, Antonio Neto, esteve reunido, nessa segunda-feira (27), com os agentes de desenvolvimento territorial do Piauí e lideranças da região de Picos para a criação do primeiro comitê regional do Pro Piauí. O Pro Piauí Regional é responsável pelo monitoramento local do programa Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas que abrange um calendário de abertura dos setores econômicos, religiosos, educacionais, entre outros, de maneira responsável.

O secretário do Planejamento e também coordenador do programa Pro Piauí destacou que os comitês regionais são uma demanda do governador Wellington Dias para que o Estado se aproxime das realidades locais, respeitando as necessidades de cada região ao tempo que evita o crescimento dos casos do novo coronavírus no Piauí.

“O processo de reabertura econômica demanda o acompanhamento lá na ponta, por meio dos comitês regionais do Pro Piauí. A configuração desse comitê demanda uma representação de todos os prefeitos, do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), da Vigilância Sanitária, da APPM, da Regional da Saúde, indicado pela Sesapi; e da Seplan, que serão os agentes territoriais de desenvolvimento sustentável. O Ministério Público é convidado, apesar de não poder fazer parte oficialmente, mas é uma presença importante. Além de um representante dos trabalhadores rurais e sindicatos urbanos, e um represente do empresariado”, disse Antonio Neto.

Para o gestor, o caráter representativo dos comitês regionais é importante para apresentar a multiplicidade de opiniões da sociedade e permitir um monitoramento mais eficaz do processo e abertura. “Por meio dos comitês nós realizaremos a observação in loco dos índices epidemiológicos, a transmissibilidade da região, as barreiras sanitárias e os problemas que certamente surgirão. Estes comitês serão nomeados pelo governador e nosso objetivo é trabalhar em conjunto, num esforço de integração e de articulação. Apesar de não possuir um papel deliberativo, ele agrega e conduz ao governador as informações a respeito da abertura das atividades econômicas e ele, se necessário for, deliberará em conformidade com a necessidade principal, que é não permitir a evolução dessa doença em nosso estado”, concluiu Antonio Neto.

O programa Pro-Piauí define as estratégias para retomada das atividades econômicas em vários setores, durante o período de pandemia. A iniciativa trata de investimentos em áreas sociais, e também, na economia.  O grupo é coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), com a participação de representantes da Secretaria de Governo (Segov), Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Divisão de Vigilância Sanitária; Associação Piauiense de Municípios (APPM), Prefeitura de Teresina, representantes dos trabalhadores e dos empresários e Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-PI).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.