Terça, 11 de Agosto de 2020 15:40
86 9 99928820
Geral Profissionalização

Jovens do Projeto Viva o Semiárido participam do Curso Repórter Digital

O curso é voltado para jovens atendidos pelos projetos financiados pelo Fida. De 60 participantes, 20 jovens são do Piauí.

15/07/2020 12h07
Por: Redação Fonte: CCom-PI

O Instituto Ubiqua, em parceria com o Projeto Viva o Semiárido (PVSA), promove curso de Repórter Digital – Formação de Profissionais Habilitados para a Produção Multimidiática nos Ambiente Web e Mobile. O curso é voltado para jovens atendidos pelos projetos financiados pelo Fundo de Desenvolvimento Agrícola (Fida) no Nordeste.

O curso terá duração de 4 meses e será realizado de forma telepresencial.  A aula inaugural ocorreu no sábado (11) e a primeira turma conta com 60 alunos, beneficiários do Projeto Viva o Semiárido, do Piauí; Projeto Paulo Freire, do Ceará; e Projeto Pró Semiárido, da Bahia.

Sarah Luiza Moreira, consultora de Gênero, Raça e Etnia e Geração do Programa Viva o Semiárido, destaca a importância desse curso para os jovens. “A ideia é que esse curso possa formar jovens na área da comunicação social para que possam posteriormente contribuir com a mobilização e com a divulgação das ações e boas práticas dos projetos em seus territórios”, pontuou a consultora.

No Piauí, foram selecionados quatro jovens de cada território de atuação do PVSA para participarem do curso, que tem como objetivo  fortalecer a comunicação dentro das comunidades, associações e territórios que são atendidos pelo projeto.

Para a jovem Paula Fernanda, representante do território Vale do Canindé, a atividade vai contribuir para aumentar a divulgação dos produtos das comunidades. “Esse curso vai nos mostrar as melhores maneiras de trabalhar com as ferramentas digitais e como a internet pode auxiliar e melhorar a economia das comunidades, sendo uma ferramenta importante para a divulgação dos produtos locais”, destaca Paula.

O curso que conta com 12 disciplinas e 15 professores é  uma iniciativa do Instituto Ubiqua, em parceria com a Brücke Le pont da Suíça, Fida e Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, por meio do projeto AKSAAM.

De acordo com Graciele Barroso Moura Fé, vice-presidente do Instituto Ubiqua, a proposta do projeto é formar jovens para o mercado de trabalho. “A proposta desse curso é formar repórteres digitais para atuarem profissionalmente com recurso de comunicação multmidiático. Esse é um curso telepresencial e é voltado para jovens de até 29 anos que têm interesse em atuar com produção no ambiente web”, explica Graciele.

A vice-presidente reforça ainda que produção colaborativa é uma das marcas do instituto e que o projeto Repórter Digital é uma forma de potencializar as ações que estão sendo feitas nessas comunidades e nesses territórios. “A partir do momento que você comunica, você leva as outras pessoas a enxergarem aquelas comunidades”, destacou Moura Fé.

Além dos 20 jovens, também participarão representando o PVSA, a consultora Sarah Luiza Moreira e a assessora técnica Lúcia Araújo, que irão atuar como observadoras durante todo o curso, contribuindo com o acompanhamento junto aos jovens.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.