Terça, 07 de Julho de 2020 21:30
86 9 99928820
Geral Covid-19

Governador anuncia restrições de sexta a domingo; Bloqueio total foi descartado

As medidas visam reduzir a transmissão do coronavírus, o número de ocupação de leitos e de óbitos.

25/06/2020 14h10
Por: Redação Fonte: cidadeverde.com

O governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta quinta-feira (25) que não irá adotar o bloqueio total (lockdown), como pediu o prefeito Firmino Filho, mas anunciou medidas mais duras para conter a transmissão da covid-19. Wellington Dias anunciou medidas restritivas que entrarão em vigor na sexta, sábado e domingo.

As medidas visam reduzir a transmissão do coronavírus,  o número de ocupação de leitos e de óbitos.

Além de restrição de atividades neste final de semana, o decreto prevê ponto facultativo em serviços estaduais e municipais.

Estamos determinando nesta sexta, sábado e domingo, nós teremos, da parte do poder público do Estado, e a recomendação também é para os municípios, de ponto facultativo na segunda-feira para que a gente tenha uma colaboração, do próprio poder público”, disse Wellington Dias.

O governador anunciou que o Estado publicará novo decreto ainda nesta quinta-feira (25) informando quais serviços estarão autorizados a funcionar nos próximos três dias. Apenas serviços essenciais, como farmácias, estarão autorizados a funcionar.

Estarão envolvidos no processo de restrição de atividades e circulação de pessoas cerca de 3.200 profissionais entre as áreas de segurança, bombeiros, vigilância sanitária e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As restrições de funcionamento também irão valer na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) 

Ponto facultativo

Nesta sexta-feira (26) e nas próximas quinta-feira e sexta-feira, 2 e 3 de julho, será decretado ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais e a mesma recomendação para os municípios. Além de maior restrição às atividades essenciais no final de semana.

Volta de setores a partir do dia 6 de julho

O governador confirmou nesta quinta-feira (25) quais setores deverão retomar as atividades na primeira fase do Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas (Pro Piauí). Alcançando a redução, no dia 6 de julho fica autorizada a primeira etapa de retomada de atividades. 

Já ficaram prontos os protocolos para a construção civil, para clínicas na área da saúde, que se somam a aqueles que já foram liberados, e o comércio automotivo”, afirmou.

A previsão do pacto de retomada é que novas fases de flexibilização sejam anunciadas a cada 15 dias. 

Ao mesmo tempo, a gente ter as condições de anunciar que cada 15 dias, ou seja, 15 depois do dia 6, dia 20 de julho, a gente ter as outras etapas, permitindo que possamos chegar, no mês de agosto, provavelmente à área da educação, a última etapa, mas isso com muita responsabilidade, seguindo os efeitos, como acontece em outros estados”

Em entrevista ao Jornal do Piauí nessa quarta-feira (24), Wellington Dias chegou a apontar para julho a reabertura do comércio varejista, indústrias e de igrejas.

Multa para quem não usar máscara

Para coibir a circulação de pessoas sem máscaras, o novo decreto deverá determinar sanções mais rígidas para quem não usar o equipamento de proteção, podendo haver a aplicação de multa.

O governador ainda pretende adotar a política de aplicação de multa para quem não utiliza máscaras em espaços públicos. “As equipes que vão a campo verificaram que muitas pessoas não estão usando máscara, mas esse equipamento de proteção individual protege quem usa e protege o outro também, ou seja, você tem direito à escolha sobre a sua vida, mas não sobre a vida do outro. Portanto, teremos que chegar a esse ponto de aplicar advertência seguido de multa para aqueles que desobedecerem ao decreto”, pontuou Dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.