Quarta, 15 de Julho de 2020 04:55
86 9 99928820
Geral Exílio Dourado

Weintraub vai ganhar mais de R$1 milhão por ano no seu ‘exílio dourado’ em Washington

Ex-ministro da Educação vai viver, sem exagero, um "exílio dourado" em Washington

23/06/2020 09h11
Por: Redação Fonte: Diário do Poder

A cadeira do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub na diretoria executiva do Banco Mundial é o que se pode chamar, sem exagero, de “exílio dourado”. Como um dos 40 diretores, ele representará um grupo de países, para além do Brasil, que precisam referendar sua indicação. É da praxe que o façam. Weintraub vai morar em Washington (EUA) e embolsará US$200 mil (R$1.050.760) por ano, ou sejam, R$87.563 mensais. Sem contar um belo plano de saúde, extensivo a toda família.

Se de fato quiser honrar o belo salário, Weintraub terá muito o que fazer, acompanhando a economia e os projetos dos países representados.

Weintraub representará também Colômbia, Equador, Trinidad e Tobago, Filipinas, Suriname, Haiti, República Dominicana e Panamá.

A diretoria a ser ocupada por Weintraub no Banco Mundial já foi exercida por gente do nível de Murilo Portugal, ex-presidente da Febraban.

O cargo do ex-ministro era ocupado por Fábio Kanczuk, que renunciou para assumir a diretoria de Política Econômica do Banco Central (BC).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.