Quarta, 27 de Maio de 2020
86 9 99928820
Saúde Coronavírus

Ginásio Verdão se tornará hospital de campanha e atenderá pacientes com Covid-19 em Teresina

Ginásio Dirceu Arcoverde, o Verdão, será estruturado com cerca de 100 leitos clínicos para atender pacientes com Covid-19.

27/03/2020 16h24
Por: Redação Fonte: CCom-PI

O governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Saúde, Florentino Veras, visitaram, nesta sexta-feira (27), o Ginásio Dirceu Arcoverde, o Verdão, localizado no Centro da capital. O equipamento esportivo será estruturado como hospital de campanha para atender pacientes com a Covid-19. Cerca de 100 leitos serão instalados no local.

O chefe do executivo estadual explicou a decisão de estruturar o espaço para receber os pacientes. “Com as confirmações dos casos de Covid-19, tomamos uma decisão importante de ampliar o sistema. A partir daí, rede privada, rede pública, rede federal, rede de hotéis se tornam alternativas. Passamos a estruturar as condições para trabalhar com mais leitos clínicos, mais salas de estabilização e com mais UTIs. O Verdão está em uma área bem localizada, com estacionamento e tem uma condição especial porque ele possui 22 salas laterais. Essas salas poderão ser utilizadas para estabilização e poderemos alocar cerca de 100 leitos clínicos. Então, já fizemos o entendimento com o concessionário. O Verdão é uma concessão em PPP, já acertamos também, do ponto de vista técnico, com uma empresa que está fazendo serviço semelhante no (estádio) Pacaembu (em São Paulo), em Fortaleza, já possui experiência e se dispõe a fazer em Teresina”, justificou.

Segundo Dias, até a próxima quinta-feira (2), o Verdão continuará abrigando pessoas em condições de rua. “É o período que se termina essa parte de projeto, bem como da chegada dos equipamentos, e a partir daí começa efetivamente a implantação do hospital de campanha”, afirmou o governador.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, ressaltou a estruturação de toda a rede de saúde do Governo do Estado nesse momento de combate ao vírus Sars-CoV-2. “Temos que estar preparados com nossa rede. Estamos ampliando os leitos de UTI, com o Hospital da Polícia Militar separado para ser um hospital sentinela, ampliando o Natan Portela, olhando para os hospitais regionais. Estamos com um hospital em Floriano atendendo também anexo ao hospital regional; em Picos, estamos com toda articulação para a utilização da policlínica; em Parnaíba, também estamos dialogando. Estamos buscando atender todo o estado, que é nossa obrigação. Desse modo, estamos com a previsão de termos um hospital montado no Verdão com toda a estrutura necessária para hospitalização e tratamento da Covid-19, com cem leitos clínicos”, frisou Florentino.

De acordo com o presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Pablo Santos, para concretizar a implantação do hospital de campanha, será realizada mais uma reunião com a Comissão de Operação Emergencial (COE). “O objetivo é tentar atender a população, aqueles pacientes com suspeita de Covid-19. O Verdão será um hospital de campanha para que possa oferecer a triagem dos pacientes. Acredito que seja louvável a implantação desse hospital no Verdão baseado em um espaço para o diagnóstico precoce da doença”, afirmou.

Viviane Moura, superintendente de parcerias e concessões, afirmou que a empresa que já administra o Ginásio Verdão ficará responsável pela estruturação para transformá-lo em um hospital de campanha. “A concessionária do Verdão irá ficar responsável por fazer a contratação da empresa que irá instalar o hospital de campanha. Esse processo já vem em execução no país, em alguns outros estados. É um projeto que dá ao estado uma garantia de maior agilidade na entrega. O prazo da empresa é de dez dias, a partir da autorização do Governo da instalação do hospital. A concessionária já apresentou ao governador e ao secretário de Saúde um prospecto do projeto. A maior parte da estrutura ficará dentro da quadra e o restante nas 22 salas que existem dentro do ginásio”, disse a superintendente.

Enquanto o hospital de campanha não é instalado, o Verdão irá abrigar, provisoriamente, 40 pessoas em situação de rua. “É o tempo que o Estado ajusta um outro espaço, inclusive já está sendo a reformado pela Sasc, até que a gente comece a estruturação do hospital, que deve acontecer na semana que vem”, reiterou Viviane Moura.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.