Convite_Republicanos
FC_Serviços_Pop_Up
Consultório_Dr_Paulo_Area_Leão_Pop_Up
Anuncie Aqui
Cajuína Dona Dia 970x90
Armazém Paraíba Monsenhor Gil 970x90
Consultório_Dr_Paulo_Area_Leão 970x90
Anuncie Aqui topo
FC_Serviços_Topo
Petróleo no PI

W. Dias discute possibilidade de ter petróleo no Piauí com diretor da ANP

O governador participou de uma audiência na manhã desta quarta-feira (15) no Palácio de Karnak

15/01/2020 13h14
Por: Redação

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT) participou de uma audiência na manhã desta quarta-feira (15) no Palácio de Karnak com o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Odonne. Na ocasião eles trataram sobre a possibilidade de encontrar petróleo na Bacia do Parnaíba.

O Piauí é um estado rico em energias. Energia eólica, energia solar, biomassa. É um estado que tem pelos estudos e com certeza agora é a fase de prospecção, de investimentos para a parte de gás e de petróleo. Agora a descoberta de gás e petróleo pelo lado do Maranhão, na Bacia do Parnaíba, nos anima muito”, disse o governador.

Wellington se reuniu com Odonne outras vezes para tratar sobre a possibilidade de encontrar outros tipos de energia no estado. O diretor da ANP informou que o próximo passo é acelerar os estudos para que então possa buscar os investimentos.

O Piauí é um estado com potencial para descobertas de gás e agora de petróleo. Foi descoberto recentemente petróleo no Maranhão, na mesma Bacia do Parnaíba. Estamos conversando com o Governo do Estado do Piauí faz tempo, já recebi o governador lá no Rio de Janeiro e agora vim aqui. A ideia é aprofundar esses estudos para acelerar a busca por esse gás natural e por esse petróleo que se encontrar vai produzir melhoria para o estado do Piauí”, declarou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários