Domingo, 09 de Agosto de 2020 05:31
86 9 99928820
Geral GRECO

Greco prende membro de quadrilha especializada em assalto a bancos com ligações em Monsenhor Gil

No final do ano passado a polícia encontrou um depósito de armas da quadrilha na zona rual de Monsenhor Gil.

09/01/2020 12h09
Por: Redação Fonte: GP1

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prendeu no final da tarde desta quarta-feira (08), um homem identificado como Fábio Machado Vansconcelos, mais conhecido como Fábio Negão, acusado de fazer parte de uma quadrilha especializada em assalto a instituições bancárias no Piauí. O suspeito foi abordado e preso na BR 343, próximo ao balão do Tancredo Neves, situado na zona sudeste de Teresina.

De acordo com o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, Fábio Negão é acusado de cometer vários assaltos a caixas eletrônicos várias cidades do do Piauí, tendo atuado ativamente nas ações criminosas no ano de 2018. “Foram realizadas uma série de assaltos em instituições bancárias, principalmente durante 2018, e que começaram a fazer parte das nossas investigações. Nas comarcas de Angical, Monsenhor Gil e Miguel Alves foram cumpridos três mandados, além de um também na comarca de São Luís, pela mesma prática criminosa no estado do Maranhão. É uma quadrilha grande, da qual nós já temos dois irmãos presos, este último estava foragido desde 2018”, relatou o delegado.

OPERAÇÃO RESULTOU NA APREENSÃO DE VÁRIAS ARMAS NA ZONA RURAL DE MONSENHOR GIL

Segundo Tales Gomes, o acusado mudava constantemente a aparência na tentativa de escapar da polícia. “Ele alterava com frequência o endereço e também sua fisionomia. O suspeito engordou muito e passou a usar óculos de grau para disfarçar, mas mesmo assim o nosso setor de investigação em parceria com o Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), conseguiu efetuar a prisão dele”, informou.

“Nas três ações que verificamos a participação do suspeito, entendemos que todas são de natureza grave, pois como ocorreram em cidades pequenas, isso gerou um transtorno no atendimento bancário e também afetou o comercio na região”, explicou Tales Gomes.

O delegado revelou que as investigações apontam participação direta do acusado em estouro a caixas eletrônicos. Após a prisão, Fábio Negão foi encaminhado para a sede do Greco, onde foram realizados os procedimentos cabíveis ao caso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.