Temer cancela jantar por falta de convidados. Seria agora o banquete para os pobres? FONTE: | publicado em: 22 de maio de 2017 imprimir

“… Vão às esquinas e convidem para o banquete todos os que vocês encontrarem – Bíblia, Mt 22:9”

Presidente Michel Temer.

Um relato bíblico de outrora, conta que em certa feita, um rei ordenou que saíssem às ruas a convidar quem quer que fosse encontrado para um banquete uma vez que os seus convidados primeiros rejeitaram seu convite.

O jantar previsto para a noite do último domingo (21/05), no Palácio da Alvorada foi cancelado por falta de confirmação da presença dos convidados.

No início da manhã, o governo havia convocado aliados e ministros para o encontro que aconteceria às 19h30. O convite foi enviado pelo Ministro Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo, em nome do presidente Temer.

Sob a égide de que foram convidados de última hora e que teriam optado por passar o final de semana em seus Estados de origem, os convidados avisaram ao ministro que não seria possível chegar a tempo para o encontro.

Para minimizar o que para muitos foi sinônimo de “abandono do barco” por parte de alguns da base aliada, a equipe do presidente informou que o jantar foi transformado numa reunião informal com os que estavam em Brasília, e que o seria discutido com os demais, será discutido com os presentes.

E os pobres?

Ora, se a base aliada rejeitou o convite, é possível que nos próximos dias esses mesmos convidados também entreguem os presentes recebidos do anfitrião, a exemplo do Ministro da Cultura, Roberto Freire, que entregou pessoalmente o cargo na última quinta-feira (18/05) depois da publicação dos áudios das conversas gravadas com o empresário Joesley Batista com o presidente Michel Temer.

Em se confirmando as previsões, vai sobrar comida, quer dizer, ministério para quem for encontrado na rua.

Texto publicado originalmente por Mikeias di Mattos no Bancada Brasil


Print page

Comente

você viu?

publicidade

redes sociais

publicidade