Robert Rios propõe fechar Alepi para conter gastos FONTE: | publicado em: 3 de outubro de 2017 imprimir

Aqui os deputados só conseguem aprovar monção de aplausos, de pêsames, título de Cidadania, disse Rios.

Deputado Robert Rios (PDT)

O deputado Robert Rios (PDT) apresentou requerimento que solicita o fechamento da Assembleia Legislativa do Piauí nesta terça-feira (3) em sessão plenária da Casa.

“O parlamento é caro. Aqui ao invés de o governo pagar 30 deputados, está pagando 44. Aqui se paga conta cara de luz, de água, a manutenção é altíssima. Existe para legislar, no momento em que os deputados não podem mais legislar, porque todo projeto apresentado o governador veta, tanto faz ser governo ou oposição […] Aqui os deputados só conseguem aprovar monção de aplausos, de pêsames, título de Cidadania. Ora, se o deputado não pode legislar, que é a essência do parlamento, para que essa casa? Para que o contribuinte está pagando caro se ela não está servindo a sua finalidade?”, argumentou o deputado.

Robert sugeriu que a Alepi funcione só através de comissão especial. “Basta fazer igual o recesso, você cria uma comissão de deputados e ela dirige a Assembleia, fica mito mais barato”.

A reação do presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB) foi imediata. Ele remeteu o requerimento à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), evitando que ela fosse votada hoje em plenário. De acordo com Themístocles, a matéria precisa voltar a CCJ para que seja analisada a constitucionalidade ou não da proposta.

Deputado Themístocles Sampaio (PMDB), presidente da ALEPI.

Robert Rios alegou que o requerimento não precisaria passar pela Comissão, uma vez que não se trata de projeto de lei. Para ele, Themistocles pode estar “com medo” de que a proposta seja aprovada.

Segundo o deputado Themistocles, a proposta de Robert Rios remete a uma tentativa de golpe. “As vezes o parlamentar quer aparecer na telinha. Agora, pedir o fechamento de um parlamento é um golpe. Todo golpe militar começou com o fechamento de um parlamento”.

Com informações do cidadeverde.com | Assembleia Legislativa | Bancada Brasil

 

 


Print page

Comente

você viu?

publicidade

redes sociais

publicidade