Miguel Leão | Por 6 x 0, TRE-PI mantém mandato do vereador “Boy” FONTE: | publicado em: 12 de Fevereiro de 2019 imprimir

O vereador Renê de Sousa Lemos, o Boy, foi acionado na justiça eleitoral por suposta infidelidade partidária.

Vereador Renê Lemos, o Boy.

O vereador da cidade de Miguel Leão, Renê de Sousa Lemos, o Boy, atualmente sem partido, ex-presidente da Câmara de vereadores, foi acionado na justiça eleitoral pelo Partido Social Democrata (PSD), por suposta prática de infidelidade partidária.

A ação movida pelo diretório municipal do PSD da cidade de Miguel Leão contra Renê pedia que a Justiça Eleitoral casasse o mandato do vereador eleito pelo partido nas eleições de 2016 pelo fato do mesmo não ter acompanhado a determinação do partido na eleição da mesa diretora da câmara.

Na manhã desta terça-feira (12), o Tribunal Regional Eleitoral, por 6 votos a zero, decidiu pela manutenção do mandato do  vereador Boy que atualmente está sem partido.

Mudança de Lado

O vereador Renê que já foi da base aliada do ex-prefeito da cidade de Miguel Leão, Joel de Lima, cassado e com sentença confirmada no último dia 05 pela Justiça Eleitoral por abuso de poder, deixou de ser aliado do ex-prefeito logo depois a primeira decisão da Justiça Eleitoral do Piauí e passou para a base do novo prefeito, Robertinho Leão, na época ainda em campanha.

Na foto, vereador Renê aparece com o prefeito Robertinho e o também vereador Rositony.

Da redação.


Print page

Comente

você viu?

publicidade

redes sociais

publicidade