Galego Dias: “Basta olhar para a nossa câmara. Sempre tem algum vereador que defende o interesse dos padrinhos” FONTE: | publicado em: 18 de novembro de 2018 imprimir

O suplente de vereador disse que está aberto a conversas, mas que não será candidato a prefeito.

O primeiro suplente de vereador pela coligação Monsenhor Gil Tem Jeito II, Galego Dias, conversou com o Tribuna 316, e falou sobre sua história política, relação com o prefeito João Luiz, amizade com o deputado Evaldo Gomes e ainda sobre as eleições de 2020. Veja entrevista.

Tribuna 316: Diferente da maioria dos jovens, você optou pela política desde cedo. Por que  você fez essa opção?

Galego Dias: Primeiro quero dizer que antes de ser político eu tenho uma profissão. Eu sou professor e estou muito realizado. Não entrei na política para fazer dela uma profissão.

Dito isso, a política sempre correu nas minhas veias. Desde criança, quando eu brincava com meus amigos, inclusive com você, meu amigo Mikeias, sabe que eu sempre quis ser o prefeito das nossas cidades de brincadeira.

Então, a política na minha vida sempre foi algo muito latente e meu ingresso nela foi para tentar de alguma maneira ajudar a nossa gente que é carente de representantes sérios e que não fazem da política um meio de vida. Foi por isso que eu entrei na política.

Tribuna 316: Como você se sente sendo alguém que não tem nenhuma tradição política na família, não teve nenhum padrinho político quando decidiu entrar na política e hoje desponta como uma das lideranças mais consolidadas do município?

Galego Dias: Eu prefiro não encarar as coisas assim. Não me acho inferior que ninguém que tenha herança ou padrinho político.  O fato de eu não ter essas vantagens me deixa mais livre para sempre defender os interesses do povo, sem medo de contrariar os interesses desses tais padrinhos, como costumamos ver em nossa cidade. Para se ter uma ideia do que estou falando, basta olhar para a nossa câmara de vereadores, sempre temos algum dos que a compõem que defende o interesse dos padrinhos.

Então, no fim das contas, não ser herdeiro ou não ter padrinho político é, na verdade, um benefício para mim. Eu gosto de contar é com o povo, com os amigos, com as pessoas que me conhecem, que sabem da minha história e vêm confiando em mim.

Tribuna 316: Mesmo não tendo sido eleito, o suplente Galego Dias é sempre lembrado pela população, inclusive sendo cotado como candidato a prefeito em 2020. Você será mesmo candidato a prefeito?

Galego Dias: (Risos…). Temos 3 situações nessa pergunta. Vamos por parte. Primeiro, de fato, não fui eleito. Mas isso não obsta continuar o trabalho que vimos fazendo, devagarzinho, sem alarde, sem publicidade, ajudando a quem nos procura e fazendo com amor.

Segundo, ser lembrado pela população é apenas o reconhecimento desse trabalho que acabei de falar. As pessoas sabem com quem podem contar e atribuo a isso o reconhecimento.

Por fim, com relação a ser candidato a prefeito em 2020, a resposta é Não! Absolutamente não. Estou aberto ao diálogo com os que se candidatarem, disposto a cooperar no próximo pleito, apoiando e até fazendo campanha, mas como candidato a prefeito não.

Então, só pra ficar bem claro, eu não serei candidato a prefeito em 2020. Aliás, até muito cedo pra falar sobre isso. Acabamos de sair de uma campanha, onde nossos candidatos saíram vitoriosos no município, o que muito me alegrou.

Tribuna 316: Sobre esses votos que os candidatos que apoiou em Monsenhor Gil, o que o tem a dizer?

Galego Dias: Não posso dizer outra coisa a não ser muito obrigado! E como disse antes, essa votação é o reconhecimento do nosso trabalho. Para mim, os votos confiados aos meus amigos Evaldo Gomes e Drª Marina significam que estou no caminho certo e que não devo parar. Por isso quero aproveitar para agradecer mais uma vez a cada um dos eleitores que me receberam em suas casas e acreditaram no nosso projeto.

Tribuna 316: E sobre 2020, o que você tem em mente?

Galego Dias: Parece que o Tribuna 316 está muito ansioso por 2020. Sempre que leio as matérias vejo algo relacionado a 2020 (risos).

Meu pensamento ainda está em 2018. Ainda temos todo esse resto de ano para trabalhar e ajudar a quem nos procura. Certamente 2020 será um ano de grande movimentação política, teremos eleições municipais, muita gente ventilando suas pré-candidaturas, mas eu mesmo ainda não tenho nada definido. A única certeza que tenho no momento é que, como diz o cancioneiro popular, amanhã pode acontecer tudo, inclusive nada (risos). Fora isso, o que ainda posso falar de novidade para 2020 é que estaremos em uma nova sigla, que é o PODEMOS. Nada mais, por enquanto.

Tribuna 316: Você foi homem de primeira hora na campanha do prefeito João Luiz. Apesar do apoio, você não faz parte da equipe do atual gestor, não tendo inclusive a participação que pessoas que declaradamente apoiaram outros candidatos têm. Como você encara isso? Você tem alguma queixa contra o prefeito?

Galego Dias: Muita calma nessa hora! As coisas não são bem assim. Ou pelo menos não são como você diz. De fato eu fui homem de primeira hora na campanha do prefeito João Luiz. Fiz campanha, fui pra rua ao lado dele. Defendi o projeto, mas não fiz isso a troco de nada. Naquele momento o que eu pleiteava era a minha eleição para vereador. Logo, não havia compromisso do prefeito em me dar nada em troca depois das eleições. Essa é a primeira observação.

Além disso, pouca gente sabe, mas eu fui convidado sim para fazer parte da equipe do prefeito João Luiz, de quem eu não tenho nenhuma queixa. Muito pelo contrário, sou grato por todas as vezes que fui atendido nos meus pleitos junto à prefeitura. O que aconteceu foi que na época que fui convidado, eu não tinha disponibilidade. Só isso!

Com relação às pessoas que votaram em outro candidato e fazem parte da equipe, eu não sei a quem se refere, mas tenho certeza que se estão no grupo é porque são competentes e capazes de trabalhar pelo melhor da nossa gente.

Por fim, eu reafirmando o que já disse antes, não tenho nenhum sentimento ruim contra o prefeito. Minha torcida é para que ele faça uma excelente gestão. Nosso povo merece!

Tribuna 316: Que mensagem você deixa para os Monsenhorgilenses?

Galego Dias: Minha mensagem para os Monsenhorgilenses é que cada um de nós aprendamos a fazer o que for possível pelo bem da nossa cidade que completa no próximo mês 55 anos emancipação política.

Quero dizer que nasci e me criei aqui. Aqui moram todos os meus familiares e amigos. É daqui que eu tiro meu sustento e colho os frutos do meu trabalho. Não tenho a menor intenção de sair daqui algum dia. Por isso, reafirmo meu compromisso de lutar por dias melhores para nossa cidade e para cada um dos nossos irmãos Monsenhorgilenses.

Aproveito para agradecer também o espaço do Tribuna 316, que é um canal de grande importância para a nossa cidade, já que aqui não temos uma rádio comunitária sequer. Parabéns por essa iniciativa, continue firme e vamos à luta!

 

Da redação.


Print page

Comente

você viu?

publicidade

redes sociais

publicidade