Empresa contratada pela prefeitura de Monsenhor Gil é acusada de desvio de dinheiro FONTE: | publicado em: 24 de novembro de 2017 imprimir

O suposto esquema da empresa com políticos foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Ministério Público Federal.

Pública Consultoria

A empresa Pública Consultoria, Contabilidade e Projetos LTDA, contratada pela prefeitura de Monsenhor Gil, pela prefeitura de Teresina e outros municípios do Estado é investigada por participar de um esquema de desvio de dinheiro comandado pelo senador Ciro Nogueira, presidente do PP. A empresa é de Daniela Roberta Duarte Cunha, dona também da Servfaz.

O esquema foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Ministério Público Federal. A representação relata que “o Senador Ciro Nogueira e sua esposa, Deputada Federal Iracema Portella, utilizariam a Fundação Cajuína e a empresa Pública Consultoria, Contabilidade e Projetos, ambas de Daniela Roberta Duarte da Cunha. A Fundação Cajuína chegou a contratar, para eventos culturais, a Carnaúba Produções Artísticas Ltda que também é de propriedade de Daniela Roberta Duarte da Cunha e é sediada no mesmo endereço”.

Em seu depoimento, Daniela Cunha disse que não é proprietária da Fundação Cajuína, mas que foi presidente do Conselho Fiscal da fundação no ano de 2009.

Contrato com Firmino Filho

Em Teresina, os primeiros valores empenhados para a Pública Consultoria ocorreram em outubro de 2013, ano em que Firmino Filho assumiu o mandato na capital. O valor empenhado foi R$ 512 mil, que segundo o Portal da Transparência não foi pago.

á em 2014, foram pagos R$ 251.423,53 (duzentos e cinquenta e um mil, quatrocentos e vinte e três reais e cinquenta e três centavos), de março a dezembro. Em 2015, foram pagos mais de R$ 73 mil.

No ano passado, período de campanha eleitoral, foram repassados R$ 255.266,32 à empresa. Já este ano, estão empenhados R$ 268.160,00, mas só foram pagos R$ 8.800,00, de acordo com os registros do Portal da Transparência.

Contratos com a Prefeitura de Monsenhor Gil

A empresa Pública tem pelo menos 02 contratos de consultoria com a prefeitura de Monsenhor Gil, fato que é do saber de todos, tendo sido inclusive ventilado nas redes sociais que o vice-prefeito da cidade, Zé Noronha, era sócio da empresa, o que não foi comprovado posteriormente, e que, na verdade, Noronha é somente prestador de serviços para a empresa.

Prefeitura de Monsenhor Gil | Reprodução do Facebook

A informação de que Zé Noronha era sócio da empresa foi motivo de ação na justiça contra o professor João Batista Loiola que afirmou que a empresa seria do vice-prefeito.

É comum ver membros da equipe do prefeito João Luiz fazendo check-in na Pública, o que indica que comprova que a prefeitura mantem contratos, ou no mínimo contato, com a empresa investigada.

Não há nenhuma informação e/ou afirmação de que os contratos que a empresa mantém com a prefeitura de Monsenhor Gil estejam sob suspeição.

Da redação, Com informações do ViAgora.


Print page

Comente

você viu?

publicidade

redes sociais

publicidade